O portuga e o ioiô

Joaquim havia comprado um ioiô novo, de tanto jogar ele deu um nó cego na cordinha. Pão duro demais, resolve dar para Manoel, especialista em nós, desfazer.

No outro dia Manoel chega na casa do Joaquim com acordinha do ioiô com 1 terço do tamanho e outro nó cego.

-Mas, que coisa Manel, eu te dei a cordinha grande e tu voltas com esta coisinha pequena

-Que isso Joaquim, não preocupes, o nó estava muito cego, então cortei a cordinha, tirei o nó, e amarrei de novo!