Cavalo empacado

O portuga andava com seu cavalo, quando próximo de uma posto de gasolina, o animal empaca e nada o fazia andar. Vendo que os carros chegavam, 
abasteciam e saiam em disparada, o portuga não pensou duas vezes e arrastou o animal até a bomba. Mandou colocar dez reais de gasolina.

Ao sentir a fúria da gasolina corpo adentro, o animal sai numa disparada só. O portuga olha o cavalo, já longe e diz para o frentista:

-Quanto você pois de gasolina naquele cavalo mesmo?

-Dez reais, senhor.

-Então ponha vinte em mim que eu preciso alcança-lo!