O suicida

Dois rapazes estavam sobre uma ponte.
Um deles disse ao outro que ia se suicidiar.
- Por que, cara, você quer fazer isso? - perguntou o amigo, preocupado.
- Porque cansei desta vida. Tudo o que faço dá errado.
- Aí é que você se engana, meu amigo. Nem tentou tudo ainda...
- Ah, eu sei. Mas me enchi das mesmas coisas.
"Papo estranho esse dele", pensou o amigo. Todavia:
- Cara, já que você vai morrer, por que não me dá os sapatos?
- Se você quer - o rapaz tirou os sapatos e os deu ao amigo.
- Muito obrigado - ele agradeceu, já de olho na roupa do outro.
- Cara, já que você vai morrer mesmo e não vai mais precisar deles, por que não dá sua roupa e o relógio para mim?
O rapaz ficou só de cueca e entregou a roupa e o relógio ao amigo. Este olhou para o corpo do suicida e se excitou ao ver o bumbum jeitoso, bem feito 
mesmo, como o de uma moça. Daí, não teve dúvida, pediu:
- Cara, já que você vai morrer e ninguém tá vendo, por que não dá o cú pra mim, agora, aqui mesmo?
O rapaz olhou para os lados, não viu ninguém.
- Está bem - concordou - se aproximando do outro.
Este não perdeu tempo. Partiu para as prévias. Pôs camisinha. Comeu o cú do rapaz bem gostoso, depois gozou muito. O rapaz gozou também. E, em 
seguida, falou:
- Agora me devolve a roupa, os sapatos e o relógio.
- Por quê?

- Porque não quero mais morrer.