Bêbado dos Céus


Um bêbado chega cambaleando no bar e grita:
— Pessoal, prestem (hic) atenção, eu sou Deus.
O dono do bar, cansado de ter que conviver com esses tipos pouco sóbrios, responde de forma ríspida:
— Ah, faça-me o favor... Pára de blasfemar, você fica dizendo isso e desse jeito vai queimar feito um leitão a puruca no inferno...
Mas o bêbado está decidido e desafia:
— É assim, hic? Então vem comigo que eu vou provar!
Os dois vão até a igreja, onde o bebum leva o dono do boteco. O padre, ao ver o bêbado já franze a testa e diz de forma desesperada:
— Ah, meu Deus! Você aqui de novo!