Elementar meu caro Watson



Sherlock Holmes e o Dr. Watson estão acampados em plena selva. Holmes acorda no meio da noite, agitado.
- WATSON! - grita ele.
O bom e prestativo Watson desperta, assustado.
- O que foi Holmes?
- Olhe para o céu e diga-me o que você vê!
Watson esfrega os olhos, sonolento:
- Vejo milhões de estrelas, Holmes.
- E o que você deduz disso?
- Bem, do ponto-de-vista astronômico, que há milhões de galáxias e potencialmente bilhões de planetas. Do ponto-de-vista teológico, que Deus e Seu Universo são infinitos; e, do ponto-de-vista meteorológico, que teremos um dia lindo amanhã.
Watson faz uma pequena pausa e vira-se para Holmes:
- E você, o que deduz disso?
Sherlock acende o cachimbo, dá uma longa baforada e responde.
- Elementar, meu caro: Roubaram a nossa barraca.