Assalto na casa do japonês



Zapon tava dormindo com a mulherzinha quando o ladrão arromba a janela e pula
pra dentro do quarto com um baita revolver.
- Fiquem onde estão! O Japonês acorda apavorado e o ladrão manda ele ficar em
pé no canto do quarto.
- Agora vou ver essa japonesinha. To achando ela muito bonitinha. Vai pra cima
da japonesa e diz:
- Fica quietinha, senão o meu amigo mata o seu marido. Vai ter que fazer tudo o
que eu quero, senão o seu marido vai pro beleléu. E o ladrão deitou-se na cama e
o japonês ficou olhando com a cara mais triste do mundo. Acabado tudo, os
ladrões foram embora e a japonesinha caiu nos braços do marido, chorando:
- Perdon, perdon, eu tinha que fazer, se non bandido matava malido, no? Malido
perdoa, no? - E o japonês calado, com a cara fechada.
- Por que não fala, malido? Você esta triste com mulhezinha seu? Ou fazia ou
ladrão matava malido, non? - E o japonês caladão.
- Fala alguma coisa, malido!
E o japonês, muito brabo:
- Plecisava mexer, plecisava?