Argentino, brasileiro e o processamento



Um brasileiro está calmamente tomando o café da manha quando um argentino típico, mascando chicletes, senta-se ao lado dele.

O brasileiro ignora o argentino (óbvio) que, não conformado, começa a puxar conversa:

Argentino: Você come este pão inteirinho? Brasileiro (de mau humor): Claro.

Argentino: Nós não. Nós comemos só o miolo, a casca nós vamos juntando num container, depois processamos, transformamos em croissant e vendemos para o Brasil.

O Brasileiro ouve calado.

O Argentino insiste: Você come esta geléia com o pão?

Brasileiro: Claro.

Argentino: Nós, não. Nós comemos frutas frescas no café da manhã jogamos todas as cascas, sementes e bagaços em containers, depois processamos, transformamos em geléia e vendemos para o Brasil.

Brasileiro: E o que vocês fazem com as camisinhas depois de usadas?

Argentino: Jogamos fora, claro!

Brasileiro: Nós não. Vamos guardando tudo em containers, depois processamos, transformamos em chicletes e vendemos para a Argentina.